Decidi que vou investir tudo no meu quarto. Vou comprar um ar condicionado split, três metros de chita colorida suficiente para cobrir uma parede inteira, talvez uma cama nova, ou pelo menos o colchão – porque o atual está me matando – uma mesa de cabeceira com gaveta para guardar o livro que vou ler até o sono chegar. Depois apago a luminária super legal que também providenciarei. E fotos. Fotos espalhadas por toda parte em molduras que eu mesma farei. Aí, no dia que estiver tudo pronto, mudo a minha vida toda lá para dentro. E lá será o meu reino, onde todas as coisas aconteçam exatamente como eu acho que elas devem acontecer. Viverei sozinha lá dentro. Talvez algumas visitas uma vez ou outra, mas coisa rápida, para o lugar não perder nem um pouco da minha cara que não será a que vejo no espelho agora.

 

Laura Capriglione, repórter da Folha de São Paulo, é uma pessoa que pode ser chamada de sem noção. Da semana passada pra cá, o país inteiro tem se consternado diante das noticias sobre o acidente nas obras do metrô em São Paulo. A cada noticiário uma matéria sobre a dor dos familiares que esperam por noticias, os bombeiros e operário que fazem o que podem correndo o risco de novos desabamentos, as famílias que ficaram desabrigadas e se amontoam em hotéis praticamente com a roupa do corpo. Aí vem uma repórter do jornal de maior circulação nacional escrever o seguinte trocadinho infame:

 

“Morto sob 38 metros de terra no desabamento da estação Pinheiros do metrô, o motorista de caminhão Francisco Sabino Torres, 47, (...) teve de enfrentar a terra de novo na hora do enterro.

 

Ai,ai...

 

Há certas coisas que a humanidade, homens e mulheres, sempre buscam. Não é o tipo de coisa que aparece em livros de história e civismo, pelo menos não na maior parte deles, refiro-me a coisas fundamentais. Um teto para se abrigar da chuva. Três refeições por dia. Uma cama. Uma vida sexual decente. Um intestino saudável. E principalmente, uma boa noite de sono.

 

 

*Gostou? Tem mais aqui!

[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
Meu Perfil
BRASIL, Nordeste, TERESINA, Mulher

 
Visitante número: